Reader Comments

Macarrão Cabe Pela Dieta!

"Paulo Enzo Gabriel" (2018-06-09)

 |  Post Reply

site

Grandes fatores são importantes se você quer aprimorar sua maneira física. São elas: intensidade do seu treino, alimentação com saúde, descanso e suplementação. Porém há um outro fator relevante nesta equação (que age em silêncio) e em conclusão faz toda a diferença, possuir uma quantidade gigantesca de Testosterona correndo em suas veias. Pois bem, por esse post vamos te explicar como ampliar os seus níveis naturais de Testosterona (naturais: sem a utilização de substâncias ilícitas). Porém antes disso vamos captar melhor o que é esse hormônio e quais as etapas que nosso organismo deve realizar para despejá-lo em nosso organismo.


A testosterona é um hormônio esteróide do grupo dos andrógenos. Ela é sintetiza pela degradação oxidativa do Colesterol, isto é, gordura. A maior quantidade da testosterona é produzida nos testículos nas chamadas Células de Leydig (isto somente nos homens, certamente). Os outros cinco por cento são produzidos nas Glândulas Supra-Renais. Nas mulheres (sim, elas também possui), a testosterona é produzida pelas Glândulas Supra-Renais e pelos Ovários. Como ela é Liberada?


  • Suco de meio limão

  • Ajuste sua dieta

  • Acrescente pistache à tua dieta

  • Rugbi: 614

  • Fazer ao menos cinco ou seis refeições diárias, evitando permanecer em jejum por longos períodos

  • 100 Indicação de exclusão rápida pra página Agradável Jardim-MA

  • Potássio um. Eu não poderia me esquecer de mencionar um outro website onde você possa ler mais a respeito de, talvez prontamente conheça ele mas de qualquer forma segue o link, eu gosto extremamente do tema deles e tem tudo haver com o que estou escrevendo neste post, leia mais em site. 797 mg

  • Angústia nas articulações

Nos homens há um sistema específico que regula a elaboração de testosterona. Funciona mais ou menos em vista disso: quando seu organismo é estimulado, ou detecta que precisa fornecer testosterona ele manda um sinal pro Hipotálamo que por sua vez libera o Hormônio Liberador de Gonadotrofina (GnRH). O GnRH atua sobre a Hipófise (Glândula Pituitária) causando a liberação do Hormônio Luteinizante (LH) e do Hormônio Folículo Estimulante (FSH).


O LH e o FSH viajam pelo seu corpo até os seus testículos e lá impulsionam as Células de Leyding a produzir a tão preciosa Testosterona. O efeito da Testosterona ocorre por intervenção de dois mecânismos: na ativação dos receptores andrógenos (diretamente ou como DHT), e pela conversão em Estradiol. A testosterona cai pela corrente sanguínea e se liga a duas proteínas: Globulina (SHBG) e Albumina. Fazer a testosterona solúvel pra ser transportada pelo sangue. Salvar a testosterona da degradação pelos rins e fígado. Após ser transportada pelo plasma a testosterona penetra nas células por difusão (por intermédio da membrana celular) e se liga a um receptor intracelular específico. Tecidos como o Epidídimo, Canal Deferente, Vesicula Seminal, Ossos e os Músculos Esqueléticos (o nosso questão) não possuem a enzima 5-Alfa Redutase, isto é, não respondem anabolicamente ao DHT. Dessa maneira, o que necessitamos animar é a nossa quantidade de testosterona total. É ela que vai ampliar o músculo. Mas nem sequer tudo são flores, um outro recurso complicado acontece no corpo humano por meio da testosterona, a Aromatização.


Pô, porém o que é isto? É um método que não vai te satisfazer muito saber, porém é necessário pra procurar evitá-lo. Aromatização nada mais é que a conversão de testosterona em Estradiol (Estrogênio - hormônio feminino) a partir da ação da enzima Aromatase. O que Diminui os Níveis? Como Acrescento meus Níveis de Testosterona? Agora falamos diversas vezes a respeito de este tema neste local no MuscleMass.


Exercícios compostos necessitam ser o arroz com feijão do seu treino. Eles trabalham mais de um grupo muscular de uma só vez levando seus músculos ao limite, o que obriga seu organismo a acrescentar a criação de testosterona. Se seu propósito é incluir alguns quilos de massa muscular magra, passe a opinar conduzir seu treino até o seu limite máximo.


Como falamos logo acima, fazer isto obriga seu organismo a libertar mais testosterona. Treine suas pernas tão duro quanto você treina peito e costas. Tuas pernas são os músculos mais fortes do teu corpo. Como site treinar pesado é um dos pré-requisitos para estiular a produção de testosterona, seja inteligente e use o tecido muscular mais robusto do seu corpo a teu favor. Como imediatamente falamos em outros postagens, treinar pernas vai fazer seus braços crescerem. site Quanto mais acima do peso você está, maiores serão seus níveis de estrogênio no corpo.


Os depósitos de gordura são ricos na enzima Aromatase e essa enzima é responsável por converter testosterona em estrogênio. Como você domina, níveis altos de hormônio feminino é idêntico a menos testosterona circulando pelas tuas veias. Dessa maneira, se você está acima do peso, concentre-se primeiro em perder calorias, focando todas as suas forças deste propósito. Entretanto cuidado com a dieta!


Atravessar fome vai fazer com que seus níveis de Cortisol aumentem, baixando ainda mais a testosterona. O melhor a fazer é ingerir diversas vezes por dia, pouco, e apenas alimentos saudáveis e naturais. Agora reparou como os velocistas (corredores de 100m e 200m) tem enorme músculo? Uma vez que bem, um estudo publicado no Journal of Sports Sciences comparou os níveis de testosterona entre os corredores de longa e curta distâncias.


Como neste momento falamos antes, um esforço muito extenso em um curto espaço de tempo faz com que o organismo libere mais testosterona. Fale com seu instrutor a respeito da hipótese de incorporar tiros curtos ao teu treino. Duas vezes por semana é o bastante. Alguma coisa como: correr 30m, a 80% da tua velocidade máxima, site 5 vezes, com intervalos de 2 a 3 minutos entre os tiros. Esse treino é pra ser feito distante das esteiras da academia, porque elas chegam somente a 16km/h!



Add comment



Partnerzy platformy czasopism