Reader Comments

Maior Queda Hídrica De São Paulo Expõe Lentidão Do Governo E Sistema Quebrável O Dia

"Juca" (2018-06-02)

 |  Post Reply

São Paulo - No dia 1º de fevereiro, 8,8 milhões de paulistanos foram boquiabertos por uma novidade: se consumissem 20 por cento menos água, ganhariam desconto de trinta por cento na conta seguinte. O bônus faz parte das medidas emergenciais adotadas pelo governo do Estado ao longo da pior decadência hídrica vivida por São Paulo na sua história recente. Inicialmente, o bônus valeria até setembro, todavia, em março, foi estendido até o encerramento do ano. O significado da prorrogação é claro: o problema é importante e não há previsão de no momento em que será resolvido e a circunstância poderá piorar. O governo de São Paulo indica como justificativa o clima. Geraldo Alckmin em entrevista à rádio Bandeirantes.


Mas a circunstância não é tão incomum. Maria Assunção Silva Dias, pesquisadora de Ciências Atmosféricas da USP, diz à BBC Brasil que São Paulo já viveu períodos graves de escassez. Não é nem preciso conversar em alterações climáticas. Existe a variabilidade normal do clima", afirma Dias. "Desde 1930, tivemos imensos anos de precipitação bem abaixo da média, alguns deles seguidos. Se aconteceu no passado, pode acontecer novamente. Tinha-se a ideia de que havia autossuficiência de água em São Paulo, todavia não é verdade, afirma Dias. A decadência expôs a fragilidade do sistema, que opera no limite.


O progresso urbano acelerado aumentou a busca de modo desorganizada. Com isto, o sistema ruiu, diz Mario Mendiondo, professor do Departamento de Hidráulica e Saneamento da Faculdade de Engenharia de São Carlos da Instituição de São Paulo (USP), à BBC Brasil. Porém, o governo estadual já havia sido alertado da semelhantes página web fragilidade do sistema em 2009, no decorrer da administração de José Serra, que pertence ao mesmo partido do atual governador Geraldo Alckmin, o PSDB. Um documento produzido pela Fundação de Apoio à USP, o relatório conclusão do Plano da Bacia Hidrográfica de cima Tietê, destacava que o Cantareira tinha um déficit de enorme magnitude e aconselhava que medidas fossem tomadas para evitar teu colapso.


O Ministério Público questiona ainda a ação do governo durante a recessão. Em três de fevereiro, o MPE e o Ministério Público Federal enviaram um documento ao governo recomendando que a quantidade de água enviada a São Paulo fosse reduzida. A Sabesp tem justo a usar vinte e quatro,oito 1000 litros por segundo do sistema Cantareira. Com a seca, vinha utilizando 33 mil litros.


Fazia isto por causa de tinha certo a um excedente previsto nas regras. Se em um ano chove bastante e não se usa toda a água, ela é contabilizada como economia e poderá ser distribuída à população depois. A redução acabou sendo realizada, um mês depois primeiro pra 31 mil litros e, nesta hora, para 27,9 mil litros por segundo. Manter o volume retirado evitou que as torneiras secassem, mas acelerou o esvaziamento do Cantareira.


Jaguari e Jacareí, no município de Joanópolis, e de Atibainha, em Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. Isto permitirá retirar a água que fica no fundo, além do alcance do atual sistema de captação. Este método nunca havia sido usado.O chamado volume falecido é de por volta de 400 bilhões de litros. A suspeita é usar metade. Ainda foram redirecionadas águas das Bacias do Tietê e Guarapiranga para responder três milhões de pessoas.


A condição de consumo mínimo de água foi suspenso. E houve um corte de 15% da quantidade de água vendida pra cidades de São Caetano e Guarulhos esta última aplicou um sistema de racionamento pra compensar a perda. Porém, segundo cálculos do próprio governo em um estudo construído ao semelhantes página web longo de mais de 5 anos - e apresentado por esse mês -, São Paulo deve dois novos sistemas equivalentes ao Cantareira nos próximos 20 anos pra impedir o desabastecimento. Duas barragens pela região das bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí já começaram a serem montadas.


Quando estiverem prontas, em 2018, gerarão sete mil litros por segundo. Eu não poderia esquecer-me de apontar um outro website onde você possa ler mais sobre o assunto, quem sabe imediatamente conheça ele porém de cada forma segue o hiperlink, eu amo bastante do conteúdo deles e tem tudo haver com o que estou escrevendo neste artigo, veja mais em semelhantes página web. O estado ainda tenta comprar próximo ao governo federal autorização para ligar o Cantareira à Represa Jaguari, em Igaratá, por meio de canais e bombas. Esta represa recebe água do Rio Paraíba do Sul, que abastece 184 cidades em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Governo e prefeituras fluminenses resistem à proposta.


Sérgio Cabral, em sua conta no Twitter. A questão começa também a ganhar peso eleitoral. Na sexta-feira, 2 pré-candidatos ao governo estadual, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha e o presidente da Federação de Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, criticaram o governo Alckmin. Skaf em um congresso no interior do estado. Padilha fez coro em um post: "Soluções permanentes levam quatro anos (pra permanecer prontas). Resta torcer pra que chova".


As possibilidades não são animadoras. Apesar de em março ter chovido acima da média, não foi bastante pra reverter a circunstância do Cantareira. Segundo um estudo do Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), a cabeceira do sistema necessita receber no mínimo 3 vezes mais chuvas do que o normal para elevá-lo a níveis mínimos. Com o começo do outono, na última sexta-feira, a probabilidade é de boa porção de chuvas entre abril e maio, entretanto a tendência é que a escassez regresse dali em diante com o tempo seco do inverno. Dias, da USP. Enquanto isto, é melhor poupar água.


  • Motivação e desempenho

  • Vitória foi alcançada em um só dia, depondo o presidente João Goulart

  • Planejamento e Engenharia Urbanos

  • índice de toxidade (IT)

  • 01 CONCRETO FCK 10MPA

  • 03 a 05/08/2010

  • Bico-de-tucano - Ormosia cf. decipularis Ducke (LEGUMINOSAE)

  • trinta e um/01 | 17h16 Superlua azul de sangue

clique em próxima página da web

Trabalho de Conclusão de Curso (Graduando em Agronomia) - Faculdade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Stefânia Aparecida de Almeida e Silva. Conservação de sementes de café: efeito do teor de água das sementes e da temperatura de armazenamento. Serviço de Conclusão de Curso (Graduando em Agronomia) - Instituição Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Hermano Gonçalves de Oliviera Conde.


Saccharum spp cv CTC2) e impactos na peculiaridade tecnológica. Serviço de Conclusão de Curso (Graduando em AGRONOMIA) - Universidade DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS. Luiz Fermando Ravasio. Desempenho de cultivares precoces de soja visando recomendação para áreas de reforma de cana-de-açúicar.. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduando em Tecnologia em Biocombustíveis) - Escola de Tecnologia de Jaboticabal. Carlos Rafael Paganini Toscano. Doses de potássio pra alface, cv. Amanda, em Latossolo com semelhantes página web grande teor do nutriente disponível.. Serviço de Conclusão de Curso (Graduando em Agronomia) - Instituição Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Maristela Teixeira Silva. Efeito do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de crisântemo (Dendranthema grandiflora Tzvelev.



Add comment



Partnerzy platformy czasopism