Reader Comments

HD, SSD Ou Disco Híbrido?

"Isabelly" (2018-06-10)

 |  Post Reply

consulte a página

Quer deixar o teu pc ou laptop mais potente e rápido? Discos SSD são a melhor escolha para essa finalidade, que apresentam alta taxa de transferência e ajudam a dar início o Windows muito rapidamente. Entretanto, será que essa nova tecnologia vale mesmo a pena? Obter um SSD pro pc ou laptop é uma excelente opção pra acelerar o funcionamento do computador. O motivo é simples: sempre que um HD moderno de 7.200 RPM consegue ler dados à somente duzentos Mbps (megabits por segundo), unidades SSD são capazes de comparecer a velocidades de 550 Mbps ou mais.


O ganho em velocidade de carregamento do sistema e programas é explícito e poderá entrar a carregar programas duas vezes de forma acelerada do que em um HD comum. A outra enorme vantagem do SSD é a durabilidade. Como não possuem partes mecânicas, quedas acidentais ou vibrações não causam diversos detalhes, ao oposto dos HDs onde menores acidentes conseguem ser fatais para o disco magnético. Apesar dos pontos fortes, o SSDs tem uma desvantagem que necessita pesar bastante, o valor.


Substituir um HD de 1 TB por um SSD com a mesma experiência pode não ser uma interessante ideia, visto que o equipamento usual custa bem de maior preço. Tamanho investimento em uma unidade de armazenamento SSD é desnecessário. Somente alguns arquivos do sistema operacional são usados com mais frequência. O melhor ao adquirir uma nova unidade de armazenamento, é preservar a antiga pra armazenar dados sérias, porém que não sejam utilizados com regularidade.


Uma bacana saída é comprar uma unidade com pequeno espaço de armazenamento pra guardar o sistema operacional e programas mais utilizados. Várias placas algumas possuem um sistema que identifica o SSD e utiliza Cache do HD, onde os detalhes ficam armazenados permanentemente. Todavia se a tua placa não tem o método, o usuário poderá fazer o truque através de softwares que acompanham os novos discos. Deste caso, o SSD é indicado para arquivos que possam ser substituídos ou que precisem de acesso frequente ao disco, como dados do sistema operacional e programas mais usados.


Há assim como outro prazeroso fundamento pra reservar o SSD apenas pro sistema operacional, esse tipo de disco não costuma conceder indícios de que terá dificuldades, como um HD usual. O componente simplesmente "morre", convertendo muito trabalhoso a recuperação dos detalhes. Os discos exigentes ou HDs, por sua vez, tem uma conexão gasto-proveito melhor e são a solução mais barata para armazenamento. Assim sendo, mesmo com um surgimento dos SSDs, continuam a figurar uma opção divertido, principalmente para guardar vasto volume de detalhes.


Além da vantagem de valor, um HD costuma "avisar" o usuário no momento em que expõe dificuldades. Isso talvez pode ser percebido a começar por blocos defeituosos no disco ou utilizando a tecnologia S.M.consulte a página.R.T, que envia um aviso de falha eminente. Prontamente para notebooks, os HDs apresentam uma desvantagem natural por serem mecânicos e apresentarem partes móveis que são capazes de sofrer fatos graças a vibrações ou quedas.


Os mais indicado pra estes dispositivos são os SSDs ou discos híbridos, que contem partes das duas tecnologias e são uma interessante opção para as pessoas que de imediato possuem o equipamento e pretende somente trocas o componente. Como uma espécie de "meio termo", há ainda o modelo de discos híbridos, que consiste em unidades de armazenamento que possuem uma fração SSD, geralmente só 8GB e o restante tem êxito como um disco exigente comum.


Sua vantagem é aliar a velocidade de um SSD com a amplo experiência de armazenamento dos HDs habituais. 8GB não é o bastante pra instalação de um sistema operacional como Windows 7,oito e ou 10. Ambos, com facilidade ultrapassam 10GB após instalados. Você poderá ansiar ver mais qualquer coisa mais completo relacionado a isto, se for do teu interesse recomendo ir até o blog que deu origem minha post e compartilhamento destas sugestões, veja consulte a página e veja mais a respeito. Em vista disso o que um disco híbrido faz? Através de um sistema de cache, ele armazena automaticamente no SSD os blocos mais utilizados, como os arquivos de inicialização do sistema e programas mais utilizados. Isto livra o usuário de perder tempo com alternativas e otimiza a velocidade de transferência, que podes voltar a 600 Mbps.


Discos Híbridos são a solução sublime pra substituir de um velho HD, pois tua principal vantagem é aliar o melhor de ambas as tecnologias, estado sólido e disco magnético, mantendo uma faixa de valor mediana. Sua desvantagem é a baixa quantidade de espaço SSD que não irá assegurar uma melhora em todos os programas utilizados. O ganho em velocidade é visível, entretanto ele será pequeno do que o de um disco totalmente SSD. Em alguns casos, com o exercício de diversos programas e jogos pesados, essa vantagem podes diminuir. Outro aspecto importante que o usuário necessitar ter entendimento é com conexão à manutenção. Unidades SSD não precisam de manutenção contínuo. Desfragmentação, qualquer coisa comum em HDs com sistema operacional Windows, não são necessários e podem até prejudicar o seu SSD.


  • Processador Core I5 (geração 4 ou 5)

  • Contas de emails (ilimitadas)

  • 14 de junho de 2017 às 15:Cinquenta e nove

  • Série Q

  • 1 - Sistemas de gerenciamentos pra servidores

O modelo Serial ATA apareceu em Fevereiro de 2003 a encerramento de compensar as limitações da norma ATA (mais conhecida perante o nome "IDE"e retroactivamente chamada Parallel ATA), que utiliza um jeito de transmissão em paralelo. Com efeito, o jeito de transmissão em paralelo não foi montado para suportar frequências elevadas devido aos problemas ligados às interferências electromagnéticas entre os diferentes cabos de interligação.


O disco continua a usar a tecnologia de gravação electromagnética, difere especialmente no standard de comunicação. O SATA permite comprar taxas de transferência de 87.5 MB/s (1,5 Gb/s), cada byte é transmitido com um bit de arranque (start bit) e um bit de paragem (stop bit), um débito vantajoso de 150 MB/s (1,cinco Gb/s). O padrão Serial ATA II deveria permitir regressar aos 375 MB/s (três Gb/s), ou 300 MB/s úteis teóricos. A primeira geração Serial-ATA, bem como conhecida como SATA/150 ou SATA I, funciona a 1,5 gigahertz.


A transferência de detalhes é de 1,5 gigabits por segundo ou 150 megabytes por segundo. Com o chipset NVIDIA nForce4 em 2004 o clock dos Discos Enérgicos SATA foi duplicada chegando a 3.0 GHz com uma transferência máxima de trezentos MB/s. SATA II é geralmente compatível com SATA I, tanto de SATA II pra SATA I quanto ao oposto, o que permite usar os mesmos plugs e os mesmos cabos. Todavia alguns sistemas não aturam a velocidade SATA II e a velocidade do clock tem que ser limitada manualmente para 150 Mb/s a começar por um jumper.


A tecnologia SATA II também é conhecida como SATA/300. Codificação 8B/10B a mesma usada no fast ethernet. 29. Na janela do Pc/Windows Explorer no Windows sete BR, um funcionário da Fundação Pró-Sangue executou os procedimentos listados a acompanhar. 30. Observe a figura a acompanhar, do Word 2010 BR. O acionamento de uma tecla de atividade possibilita destacar o ecrã inteiro, quer dizer, o website corrente em tela inteira. O ícone existente pela tela do browser, precisa ser usado com uma finalidade específica. F11 e Exibir todos os marcadores. F7 e Expor todos os marcadores.



Add comment



Partnerzy platformy czasopism