Reader Comments

O Que você precisa Saber Para Começar A Malhar!

"Alicia" (2018-06-16)

 |  Post Reply

Jejum intermitente é um processo de redução de gordura que visa intercalar períodos de jejum com períodos de alimentação. O intuito é fazer com que o corpo utilize os estoques de gordura e com isto haja uma perda de massa gorda. Geralmente são indicadas entre dez a 24h de jejum, que pode ser feito todos os dias ou em alguns dias da semana.


Os períodos em que a alimentação é permitida são chamados de janelas de alimentação. Fora deles, a pessoa tem que ingerir líquidos que não possuam calorias, como água (com ou sem gás) e chás e café sem açúcar. O jejum era muito comum pela data paleolítica, em que o ser humano vivia de caça e não tinha acesso a alimentos o tempo todo. O processo, porém, não é indicado para todas as pessoas e pode levar problemas no momento em que feito sem a indicação adequada. Por que o jejum intermitente socorro a perder gordura? Pra saber como essa dieta tem êxito, é necessário assimilar melhor as fases pelas quais o corpo passa no decorrer do dia: no momento em que está alimentado e o intervalo entre as refeições, ou seja, o jejum.


Quando você acaba de se alimentar, o corpo humano começa a oferecer um destino pra energia absorvida em maneira de glicose. Pra tanto ele ativa o hormônio insulina, responsável pelo pôr esse açúcar para dentro das células. A energia que não será usada pelas células é armazenada pela insulina em maneira de tecido adiposo, ou melhor, gordura.


Após um tempo essa energia se esgota e o corpo humano é muito obrigado a usar estas reservas. Ele recorre tanto ao glicogênio, uma maneira de energia armazenada nos músculos, quanto ao tecido adiposo, e neste instante ativa hormônios que atuam pela quebra de gordura (lipólise), como o glucagon. Ao seguir um processo de jejum intermitente, o glucagon e outros hormônios que quebram gorduras ficam mais tempo atuando no corpo, o que facilita o emagrecimento.


Além do mais, o jejum evita grandes picos de insulina o que podes prevenir a resistência à insulina, no entanto para isso é preciso tomar cuidado para não exagerar nos carboidratos ao retomar a alimentação. Existem muitos protocolos de jejum intermitente que pedem mais ou menos horas de jejum. Indico ler um pouco mais sobre a partir do web site simplesmente clique na seguinte página da web. Trata-se de uma das mais perfeitas referências sobre isto esse tema pela web.


  • Priorize alimentos naturais, sem processamento, com poucos carboidratos

  • Sonhe a extenso período

  • um xícara de chá de morangos

  • Adquirir a bebida pronta ou fazer em moradia

  • Comece o treino pela musculação

  • Mais sono, menos peso

dę uma olhada no site aqui

Este é o tipo mais comum, em que você passa metade do dia sem consumir (incluindo as 8 horas recomendadas de sono). Nele é indicado que você faça 3 refeições ao longo do dia, ficando, tais como, das 20h da noite até às 8h simplesmente clique na seguinte página da web manhã sem se alimentar.


O processo foi elaborado pelo sueco Martin Berkhan e propõe que a pessoa fique de jejum por 16 horas, podendo fazer entre duas e três refeições nas oito horas restantes, a chamada janela de alimentação. Você decide o melhor momento para fazer tua janela de alimentação. Por esse sistema, a pessoa resolve um ou dois dias da semana em que ficará completamente de jejum.


Ou melhor, nestes dias, ela fará uma refeição e depois só comerá outra vez no mesmo horário no dia simplesmente clique na seguinte página da web. Esse mecanismo costuma possuir uma adaptação mais difícil e é respeitável fazer refeições ricas em fibras antes do jejum. Outro protocolo comum é orientar que a pessoa coma somente no momento em que sente fome de verdade. Nesses casos, só é possível fazer jejum no momento em que são consumidos alimentos com extenso poder de saciedade, como proteínas, verduras, legumes e carboidratos ricos em fibras.


Esse jeito, não obstante, não funciona bem com pessoas que seguem dietas ricas em carboidratos descomplicado ou não sabem diferenciar a fome real da vontade de consumir por causa preocupação ou fatores emocionais, tais como. Impedir itens que contenham calorias, incluindo alguns suplementos, como o whey protein. Nos períodos em que a alimentação é permitida, é importante ingerir alimentos que aumentem a saciedade e reponham os nutrientes.


Impeça: cereais refinados (arroz branco, pão branco, massas), doces, alimentos muito industrializados. Prefira: proteínas com pouca gordura, legumes, verduras, frutas com casca, cereais integrais (como arroz integral), tubérculos (inhame, cará, mandioca, batata adocicado). Faça refeições do tamanho que você faria se não estivesse de jejum, não tente compensar o tempo que você ficou sem comer até desse jeito.



Add comment



Partnerzy platformy czasopism