Reader Comments

3 Mulheres E 85kg A Menos

"Pedro Theo" (2018-06-10)

 |  Post Reply

apenas clique na seguinte página de internet

Achava que podia perder calorias, contudo nunca acreditei que pudesse reverter a ser magra. Hoje exibo o organismo de quando tinha 20 anos", revela, contente, com a nova silhueta 43kg mais magra após 9 meses de acompanhamento no Centro Terapêutico Ravenna. Só no primeiro mês, ao afastar carboidratos, açúcares e gordura do cardápio, ela emagreceu 10kg. Era o incentivo que faltava pra alterar. Amélia começou a assimilar o funcionamento do próprio organismo e percebeu o enorme vício que tinha apenas clique na seguinte página de internet comida. Hoje sei que é uma conexão bem como química, e que eu não conseguiria sozinha. Vi o que me levava a comer tanto", relata.


Nos primeiros encontros terapêuticos, ao ouvir histórias de pessoas que emagreceram muitos quilos, ainda não acreditava que poderia perder em tão alto grau peso. A atividade física três vezes por semana virou um costume e acelerou o processo. Mais magra, a pedagoga redescobriu o alegria de andar de salto alto e de adquirir as roupas que de fato aparecia vestir.


Não uso só o que serve em mim", diz, feliz de abandonar a modelagem XXG. Há 15 meses mantendo o peso, incertamente come carboidratos refinados, como massas, ou gorduras. Prefere frutas, que consome 3 vezes ao dia, e queijos light. Eu não fujo da comida, todavia imagino que tenho seleção. Entre a comida e eu, sou mais eu", revela. E os privilégios vão muito além da estética.


  • Flavia Santiago disse: 07/05/12 ás 00:Trinta

  • 1 cenoura

  • vinte e oito "El justiciero enmascarado" "O Justiceiro Mascarado" "The Justice Masked" dez de janeiro de 2009

  • Braços esticados

  • cinco - Roda de exercícios abdominais

  • Previne o envelhecimento precoce

  • Correr pela esteira não é correr

  • Levar a orelha pro ombro, como por exemplo, começando do lado direito

O principal é ter recuperado a satisfação de viver. Acabei de me lembrar de outro site que assim como poderá ser útil, veja mais informações por esse outro post apenas clique na seguinte página de internet, é um bom site, creio que irá desejar. Posso expressar que é como se eu tivesse renascido. Voltei a ter alegria em ser eu mesma. Aquela Amélia deixou de haver, contudo não foi esquecida. A gente se deteriora fácil", lembra. Perder peso trouxe a probabilidade de reflexionar no futuro, por causa de antes, com tantos dificuldades de saúde, eu achava que não teria futuro", finaliza.


Danielle briga com a balança desde os 13 anos. A amargura a todo o momento a acompanhou e tornou mais complexo manter o peso e resistir à comida como uma forma de relaxar. Ingerir doce me acalmava, era como escapulir de uma briga", conta. Os doces eram consumidos depois do almoço, à tarde e à noite, ao menos três vezes ao dia. O preferido, o chocolate, tinha recinto cativo pela bolsa ou nas gavetas. Nos primeiros 3 dias, uma incerteza de abstinência apenas clique na seguinte página de internet carboidratos a levou a uma recaída.


A desejo de comer um chocolate a enchia de desejos durante todo o dia e ela acabou cedendo. Voltou à dieta do começo, intensificou as idas à clínica (mais de uma vez ao dia) e conseguiu ir nesse tempo. Em três meses, Danielle perdeu 15kg e reduziu três manequins e, segundo relata, mudou a forma apenas clique na seguinte página de internet defrontar a vida.


Identifico sentimentos, faço ginástica, aprendi a pegar o foco da comida, decidi ser magra e é para sempre", diz com firmeza. O chocolate, antes um vício, deixou de fazer quota do cardápio. Nem ao menos mesmo aos finais de semana ele é permitido. No começo, para conservar o foco ela se afastou da família e dos amigos - todos magros - e recusava todo e qualquer convite em que o alimento fosse o centro da reunião. Neste momento, 6 meses depois, de imediato se sente segura para participar desses ambientes sem despencar em tentação.


Tenho segurança sobre mim mesma, minha autoestima está lá em cima. Ser magra me abriu numerosas oportunidades, em tal grau no trabalho quanto nos relacionamentos. Saio com homens que nunca olhariam para mim se eu estivesse gorda. Eu era invisível", alega. Sabendo que ainda não pode se descuidar, ela vai à clínica cinco vezes por semana, onde faz terapia por uma hora e meia e janta. A chocólatra assumida ainda enfrenta a vontade de consumir doces. Eu decidi ser magra eternamente.


Casei comigo mesma e o procedimento me oferece potência pra seguir pela dieta. Ainda tenho vontade de comer chocolate, mas o privilégio de estar magra é mais prazeroso do que o prazer de comer", admite. Assim como enorme quota daqueles que convivem com o excedente de peso, Tatiana Nigro nunca deixou de se preocupar com os números revelados na balança.



Add comment



Partnerzy platformy czasopism