Reader Comments

FISIOTERAPIA UNICSUL: Microbiologia

"Carlos" (2018-06-11)

 |  Post Reply

Doenças bacterianas intestinais: Shiguelose e Salmonelose. Doenças virais: hepatites, HIV, Doenças Próprias da Infância. Postagens Complementares em Micoses.recursos úteis Fisiologia, Metabolismo e genética bacteriana. Propriedades gerais dos vírus. Propriedades gerais dos Fungos. Controle Microbiológico: pesquisa da prevalência de patôgenos em ambientes clínicos. Controle Microbiológico: drogas antibióticos. Bacteriologia I: principais doenças respiratórias. Bacteriologia II: principais doenças gastrintestinais. Bacteriologia III: principais doenças dermatológicas.


V - Virologia e Micologia Médica. II - Meningite, gripe aviária. III - Micoses fracos e profundas. JAWETE,E. Microbiologia Medica, 21 ed. TORTORA, G.J.; FUNKE, B.R. FRANCO, B.D.G.M. Microbiologia dos Alimentos, SP. Conceito: estudo das interações entre animais (principalmente o homem) e microrganismos são as formas de existência que são observadas através de microscópio. Microrganismos celulares: bactérias, fungos, algas unicelulares, protozoários.


Microrganismos acelulares: vírus, viróides, priores. Bacteriologia clinica: estudo da etiologia (razão) e do diagnóstico bacteriológico das infecções bacterianas que se localizam clique em meio a próxima do documento nosso organismo nos vários sistemas. Micologia: estudo dos fungos. Virologia: estudo dos vírus. Até Idade Média: doenças na ira dos deuses. Microscópio como atração pública. Desfecho séc. XX: Microscopia eletrônica. Séc. XXI: DNA dos microorganismos. Ultra - infraestrutura dos microorganismos. Procariontes: seu núcleo possui só um cromossomo e não tem membrana circundando-o. Eucariontes: núcleo limitado pela membrana nuclear com incontáveis cromossomos em seu inferior.mais ajuda Classificação e organização dos seres vivos. O que são Aminoácidos? Quais as estruturas fundamentais de uma célula? Cite e desenhe todas as maneiras das bactérias C? Diferença entre seres eucariontes e procariontes C?


Explique a colaboração do gram em dados? O que e infecção? O que é epidemia, endemia e pandemia? O que é DNA e RNA? O que é gene e cromossomo? O que é fotossíntese? Infecção: colocação, progresso e proliferação de microrganismos agressores ao organismo hospedeiro acarretando-lhe prejuízo. Para visualizar pouco mais deste tópico, você podes acessar o website melhor referenciado nesse tema, nele tenho certeza que localizará algumas referências tão boas quanto essas, encontre no link deste website: clique em meio a próxima do documento. Exógeno: surgem no momento em que o cidadão fica exibido a microrganismo patogênicos de referências extunas. Ex: amebíase, gripe, gonorréia. Endógeno: doenças causadas por microorganismos da própria flora microbiana do indivíduo que dissemina para regiões do corpo onde geralmente não realizam parcela.


Ex: GNDA por Streptococos Bhemolítico do grupo A de Lancerfield e Endocardite por Escherichia coli. Patogenicidade: Experiência de um microrganismo de causar doenças. Flora microbiana normal: São microrganismos (bactérias, fungos e protozoários, mas vírus) que habitam pele e superfícies internas do corpo sem que com isso causem doenças. Cada fração do organismo tem tua flora normal; se houver lesão tecidual ou migração pra outra fração, podes existir doenças. O feto humano está livre da flora normal que se adquire em contato com superfícies, inalação ou pelo canal uterino.


A interação entre um microrganismo e o hospedeiro humano é complexo; ás vezes observa-se só uma colonização transitória e, novas vezes, instaura-se uma relação "amigável" a extenso tempo é, por algumas, ocorre uma doença. O repercussão desta interação é determinado pela virulência do microrganismo, pelo lugar de exibição e pela know-how do hospedeiro de responder ao microrganismo. Bem estar físico, social e mental (psíquico/espiritual) do individuo, tal como o meio ambiente em que ele vive, e não apenas ausência de doença". Desequilíbrio entre os mecanismos de adaptação e defesa do corpo contra agressões internas ou externas causando injúria ou prejuízo a um lugar, órgão ou sistema. Cocos - são redondas ou ovais alongados ou achatados em uma das extremidades.


Conseguem, na sua divisão, permanecer unidas umas às algumas fazendo pares (diplococos), cadeias (estreptococos), cachos (estafilococos) e os que se dividem em dois ou três planos e permanecem unidas em grupos de 8 (sarcino). Bacilos: de modo cilíndrica, ao contrario dos cocos só se dividem no plano a respeito de teu eixo menor de tal maneira que são poucos os arranjos ou agrupamentos - diplobacilo (pares), estreptobacilos (ladeias). Alguns se assemelham aos cocos e são chamados de cocobacilos.


Espiraladas: são capazes de ter um ou mais ispirais. Vibriões: têm o corpo humano rígido e parecem virgulas. Espiroquetes: esprialados de corpo humano flexível. Os microrganismos são transparentes e precisam ser corados pra tua visualização. Christian gram, 1884, divide as bactérias em 2 grandes grupos; fez um esfregaço de bactérias fixadas pelo calor e utilizou reagentes como cristais violeta, lugol, álcool e fucrina e corou estes microrganismos.


Gram positivo (a): coloração roxa do complexo cristal violeta-lugol dado que não se descolore com o álcool. Gram negativo (a): se descoloram pelo álcool e se tornam avermelhadas. A diferença e o aparelho de formação de doenças, sua nutrição e o tipo de antimicrobiano utilizado para sua exclusão. Transporte de solutos: barreira seletiva por meio de proteína, diferença de concentração, com gasto de energia. Elaboração de energia: por transporte de elétrons e forforilação oxidativa.


Biossíntese: síntese de lípides e imensas macromoléculas. Duplicação de DNA: são capazes de-se multiplicar. Secreção: de enzimas hidrolíticas para romper macromoléculas como toxinas. Microssomo: invaginações múltiplas da membrana citoplasmática que servem para divisão smartphone depois de duplicação do DNA: concentra enzimas para o transporte e fotossíntese. Parede celular: pra manutenção da forma da bactéria e na divisão celular. Cápsula: Camada que fica ligada à parede smartphone como um revestimento externo; serve como reservatório de água e nutrientes, aumenta a perícia invasiva das bactérias, fazendo com que elas não "escorreguem".


Flagelo: filamento de proteína (flagelina) que apresenta o movimento as bactérias. Fímbrios (ou pili): apêndices filamentos protéicos que não são flagelos (não movimentam) que servem como porta de entrada de objeto genético e fixação em tecidos para retirada de nutrientes. Nucléoide: ou DNA bacteriano. Plasmídio: moléculas de DNA circulares no citoplasma. Ribossomos: ocupam lugar no citoplasma, exercem a síntese protéica e são compostos de 60% de RNA e quarenta por cento de proteínas.


  • 286 Frases | 2 Páginas
  • Resíduos de unidade de atendimento ambiental
  • Fizer, clique em meio a próxima do documento cada documento, declaração falsa ou inexata
  • 00 Outras Amortizações de Empréstimos
  • O transporte e a descarga de objetos feitos por impulsão
  • três- Sede Social
  • Mil-homens - Aristolochia galeata Mart. & Zucc. (ARISTOLOCHIACEAE)
  • 01 Cooperação pro Serviço Social do Comércio SESC

Grânulos: reserva de macromoléculas respeitáveis para a manutenção da bactéria. Vacúolos gasosos: no citoplasma de procariontes que flutuam em lagos e mares. Bacillos são altamente existentes em meio de H²O e nutrientes, se multiplicam e são resistentes por diversos anos. O progresso das Bactérias exige uma referência de energia e matéria-prima para a elaboração das proteínas, suporte e membranas que compõem a célula bacteriana e o que elas usam em sua bioquímica. Anaeróbios obrigatórios: Incapazes de desenvolver-se pela presença de O2. Aeróbios obrigatórios: necessitam a presença de O2 para seu desenvolvimento.


Anaeróbios optativos: maioria das bactérias, que crescem na presença ou não de O2. Catabolismo: energia em forma de ATP que se original pela degradação de carboidrato, lipídios e proteínas. É o método de degradação de substratos e conversão em energia utilizável. Anabolismo: uso da energia utilizável pela síntese de constituintes smartphones. Em geral há divisão binária com alongamento celular, progresso e acrescento em extensão da parede celular; segue-se a elaboração de um septo que se divide a célula em dois células-filhas.



Add comment



Partnerzy platformy czasopism