Reader Comments

Fibra De Banana é Usada Na Realização De Artesanato

"Mariene" (2018-06-07)

 |  Post Reply

este site

É no meio do bananal que o agricultor Afonso Konrad se exerce. Desde o começo nesse ano, ele descobriu forma diferente de pegar uma renda extra. A fibra da bananeira, que se será vendida, é retirada. As mulheres dão seqüência às tarefas. Elas dividem a fibra por partes. Todo cuidado é pouco para impedir acidentes e garantir uma fibra perfeita que, após lavada e seca, fica pronta pra escoltar outro sentido.


Do campo a fibra é levada pra cidade, onde ganha forma. Artesãos produzem chapéu, bolsa e objetos decorativos. O que não inexistência é inspiração vinda da natureza. Com a fibra da bananeira também é possível fazer embalagens pra presentes, enfeites de natal e até chinelos. Móveis - Além do artesanato, a fibra fornece um charme especial aos móveis. Cobre sofás, cadeiras e mesas. Tudo é vendido pra 3 empresas especializadas. São idéias que mudaram a vida da microempresária Sandra Tomanini.


Há 4 anos, no momento em que abriu a empresa, eram três funcionários. Hoje, são 17. "Toda a ampliação veio com o serviço que a gente está fazendo com a fibra de bananeira", falou Sandra. Santa Catarina é o terceiro maior produtor nacional de banana. Fica atrás da Bahia e de São Paulo. Atualmente, com a revalorização do artesanato, esse tipo de trabalho vem se exposto como uma chance de gerar uma renda complementar pras comunidades que vivem de agricultura familiar.


A palha da bananeira é produzida a partir das bainhas foliares extraídas do pseudocaule da bananeira, que equivale a teu tronco. O corte do pseudocaule é uma prática adotada no sistema de cultivo da banana. Depois da colheita do cacho costuma-se remover a bananeira mãe, cortando-se se pseudocaule de modo a doar espaço para o desenvolvimento dos filhotes. As perspectivas são infinitas, a fibra é muito resistente podendo durar numerosos anos, sendo substituída a cada instante.


O artesanato é constantemente reconstruído e reinventado. Em 2000 foi feito um levantamento das vocações socioeconômicas do município, em que foi possível reconhecer a indispensabilidade de ações direcionadas ao agronegócio familiar, com tema pela agroindústria associativa e no agroturismo. Somando-se as vocações ao potencial econômico do município, inúmeras algumas frentes foram abertas, dentre elas, a atividade de exploração e cultura da fibra da bananeira. A valorização das fibras naturais é um procedimento muito considerável no sentido de que agrega valor a um objeto da terra, seja isso em que espaço for. Em nossa localidade, a bananeira é um vegetal abundante e é prazeroso que possa fornecer matéria prima para o artesanato.


Definitivamente essa atividade acaba por gerar trabalho e assegurar sustento a um grupo considerável de pessoas, e esse é um aspecto pertinente pra um pais onde inexistência serviço. Eu quase prontamente tinha me esquecido, para compartilhar esse post com você eu me inspirei neste site Leia o Artigo Completo, por lá você poderá achar mais informações valiosas a este artigo. O Brasil é o superior produtor e também o maior cliente mundial e definitivamente o artesanato feito a partir da fibra deste vegetal podes transformar-se em um item vigoroso e diferente, constituindo-se em fonte de renda familiar de extenso relevância. O mercado deve ser analisado por três ângulos distintos: o consumidor, o concorrente e o fornecedor.


  1. BEZERRA, Manoel Jairo - PUTNOKI José Castro - "JOTA" / Vol. Único - Ed. Scipione - 1994
  2. Erva-santa - Siparuna guianensis Aubl. (MONIMIACEAE)
  3. 11º Seminário Inovação e Tecnologia no estudo de dificuldades e tuas soluções
  4. DAS VAGAS

Diante do tipo de peça produzida dá para ter uma fixação quanto ao seu público freguês: peças artesanais voltada pra decoração de ambientes. Com base nessa alegação seu público está nas classes média e alta com intermédio, algumas vezes, de profissionais especializados: decoradores, designer de interiores, arquitetos, etc. Leia o Artigo Completo segundo passo é contatar os fornecedores. Como a matéria-prima básica e principal nesse tipo de artefato é a bananeira, se você não for produtor necessita buscar produtores agrícolas que cultivam a espécie frutífera. O terceiro estudo é o mercado concorrente.


Visite um artesão que produza por meio dessas fibras e aprenda com ele: procedimento, qualidade, tipo de peças, preços praticados, se tem funcionários, revestimento jurídico, tipo de instalação e principalmente o grau de euforia dos consumidores. O processamento artesanal da fibra da bananeira é recomendado que possa ser explorado em regiões que apresentem abundância na cultura deste objeto agrícola. O ambiente deve, ainda, ser propício ao desenvolvimento do agroturismo.


Precisa dar infra-infraestrutura adequada e condições que propiciem o desenvolvimento do processamento. É fundamental avaliar a facilidade do acesso considerando a entrada de insumos e expedição de produtos acabados. Procure instalar a unidade produtiva o mais próximo possível da fonte fornecedora. As atividades econômicas da maioria das cidades são regulamentadas pelo Plano Diretor Urbano (PDU). É essa Lei que estabelece o tipo de atividade que podes funcionar em determinado endereço. A consulta de local junto à Prefeitura é o primeiro passo pra avaliar a implantação da tua unidade produtiva artesanal. Pela Prefeitura de Vitória o PDU é fornecido a partir de consulta no web site.


Você vai necessitar de um galpão de em torno de 100m², onde serão executadas todas as etapas de processamento do artesanato. No galpão necessitam ser construídos, tanques servidos de água, bancada para a retirada das fibras, bancada pro preparo da massa, bancada pro acabamento das peças e sanitários. Do lado de fora deve ser reservada uma área exposta ao sol para secagem das peças.



Add comment



Partnerzy platformy czasopism